Dandy!

Dandismo Moderno.

Você já ouviu falar do Dandismo? Pode ser que não, mas com certeza você já viu em algum livro de história. Conhecidos como amantes do bom gosto e da estética refinada, originou-se no século XVIII trazendo um nova forma do vestir masculino. Com menos adereços, e mais elegância, a marca registrada do Dândi é a alfaiataria, a essência dele é manter o dna britânico enraizado de forma sutil.

O primeiro Dândi da história foi Bryan “Beau” Brummell, que fico conhecido por eliminar toda a “afetação” que era costume masculino, e partir para uma elegância minimalista. Quanto mais bem cortada fosse a roupa mais rico seria o homem, e o quão atual é essa ideia? Hoje em dia, o que mais se ver é o luxo proveniente da qualidade da peça e não mais do quanto ela ostenta.

O clássico Dândi é o homem com postura, com um laço encorpado no pescoço, botas que remetiam à alfaiataria, camisa, colete e fraque, hoje em dia, o Dândi não é mais um termo estritamente masculino, e é muito fácil migrar para o guarda-roupa feminino, o estilo, o refinamento, é sinônimo da mulher moderna e ativa. Gostou? Nós já aderimos a esse estilo hiper cultural e selecionamos algumas imagens para você se inspirar.

Vem conferir!

jvh mn j Sem título

O clássico Dândi.
O clássico Dândi.

jkbj

h jlk hbhjbuh jbjjk jkbç